está aqui: home > artigos > passear a cavalo: entre o praz...

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]

 

Passear a cavalo: entre o prazer e o perigo

Dicas e conselhos para uma montada segura no exterior

ARCADENOE.SAPO.PT

É um especialista sobre este tema? 
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Enviar este artigo a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 
Quarta, 12 de Setembro 2007

Passear a cavalo: entre o prazer e o perigo
Passear a cavalo no exterior é uma actividade apreciada não só pelo cavaleiro, mas também pelo cavalo. Montar no exterior, independentemente do ritmo, permite exercitar o cavalo e libertá-lo da rigidez do picadeiro. Contudo, é preciso ter alguns cuidados quando se decide percorrer trilhos ou avançar para estradas.

Planear, planear, planear...
Antes de tudo planeie a viagem. Conhecer as zonas e as características da mesma é bastante importante para a segurança tanto do cavaleiro como do cavalo. Não se esqueça de que estamos a lidar com um animal que se pode facilmente assustar com o barulho ou movimentos rápidos. Nestas situações o cavalo pode entrar em pânico, sendo extremamente difícil depois acalmá-lo. Para além disso, o instinto do animal é fugir, podendo guiar o cavaleiro, caso este aguente na sela, para sítios desconhecidos.

Dê a conhecer o percurso a alguém que possa apoiá-lo caso algo corra mal. Leve o mapa do percurso e saiba a todo o momento onde se encontra. Se acontecer algum imprevisto e não o conseguirem localizar, o auxílio pode ficar comprometido. É importante também levar números de emergência de veterinários, hospitais, polícia da zona, etc. Tenha o telemóvel e um canivete sempre à mão. O kit de primeiros socorros é essencial para casos de emergência.

Escolha o cavalo que se adeque às características do terreno e ao clima. Se pretende fazer passeios longos ou andar a galope leve um cavalo resistente. Se for para uma zona especialmente quente e planear fazer passeios longos, leve água, tanto para si como para o cavalo. Se durante o percurso houve fontes de água, certifique-se de que estão disponíveis na altura do ano em que o passeio se realizará. Muitas vezes, estas fontes secam no Verão, deixando poucas alternativas ao cavalo para matar a sede.

Tenha atenção à fauna e flora da região. Abelhas, vespas e plantas como cactos podem ser um problema. Consulte um veterinário antes de partir e peça-lhe algumas sugestões sobre como agir nestas situações.

O que vestir?
A roupa também é um aspecto a ter em conta. Aconselha-se sempre o uso de calças de montar ou polainas, para a protecção das pernas do cavaleiro: a vegetação alta pode deixar as suas marcas! Independentemente do tempo é sempre melhor levar várias camadas de roupa, em detrimento de uma peça bastante quente ou uma peça fresca. Isto permite-lhe ir adequando a roupa às alterações climáticas imprevistas, por exemplo, um arrefecimento ou aquecimento súbito. Para além disso, use capacete (toque) devidamente preso no queixo e se necessário óculos escuros e protector solar. As botas são preferíveis a outro tipo de calçado confortável, para impedir que o pé possa ficar preso no estribo.

O percurso
A montada ideal provavelmente não contempla as estradas pavimentadas, mas por vezes é impossível não as cruzar. Se for andar na estrada mantenha-se a passo e faça-o de preferência de dia. Se cruzar as estradas de noite use as luzes necessária: branca à frente e vermelha atrás e não descure o colete reflector. Se o passeio for feito em grupo ande em fila, mas atravesse a estrada juntamente com os outros cavalos. Por vezes pode ser benéfico andar ao lado de outro cavalo, se este for jovem e nervoso. Contudo, situações destas devem ser evitáveis.

Os primeiros 10 minutos do passeio devem ser feitos a passo, para que o cavalo tenha tempo de aquecer. A última parte do percurso também deve ser feita mais lentamente para que o animal possa arrefecer. Não é aconselhável deixar um cavalo ainda quente no estábulo.

Durante o percurso pode adoptar o andamento que desejar, desde que este se adeque ao terreno. O bom senso dita que em zonas escorregadias, areia e terreno acidentado, o galope não deverá ser utilizado e o trote limitado ao máximo. Caso o terreno o permita e se aventure num galope, convém fazer intervalos regulares nas andaduras. Passe para o trote e depois para o passo para que o cavalo consiga recuperar.

Nestes passeios torna-se quase inevitável entrar em propriedade privada, mas apenas o faça quando possuir autorização para tal. Mantenha-se nos trilhos, não danifique culturas ou caminhos, feche as cancelas que tiver de abrir e não galope junto a outros animais. Se passar por outros cavalos a galope, o mais provável é eles querem-se juntar a si.

É sempre mais seguro passear acompanhado. Nestes casos deve formar uma fila e manter a distância do cavalo da frente, geralmente o espaço suficiente para poder caber nele outro cavalo.

Convém deixar o cavalo descansar em montadas longas. Procure sítios abrigados, sobretudo do vento, uma vez que o arrefecimento demasiado rápido é prejudicial para o animal. Se a paragem justificar pode retirar a sela do cavalo, caso contrário, basta aliviar a cilha.

Tendo em mente todas estas dicas, poderá desfrutar de um passeio relaxante ou enérgico, como desejar, mas com certeza seguro. Montar a cavalo no exterior pode ser uma experiência enriquecedora que ajuda a fortalecer os laços entre cavaleiro e cavalo.
adicionar um artigo
Bookmark no site::
Del.icio.usDiggNewsVineDe.lirio.usBlinkbitsBlinklistBlogmarksCo.mmentsFarkFurlMa.gnoliaNetvouzRedditScuttleShadowsSimpyTailRankYahooMyWeb
Comentários (3)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
10.01
Mih964 disse:
isso irá ajudar.me muito, quando for montar a minha égua. obgd! (:
17.09
amicogato disse:
Muito bom, abordando tópicos importantes q ñ devem ser esquecidos p/quem pretende dar uma cavalgada segura. Parabéns!
12.09
maxiahh disse:
Uau, nunca tive nossam doque pode acontecer quando passeamos a cavalo, apartir de hoje quando passear com o meu Flecha vou ter mais cuidado.
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch