está aqui: home > cães > american staffordshire terrier

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]
Página adionada aos Favoritos 

American Staffordshire Terrier

Nobre, corajoso, fiel! (outros nomes: American Staff, Amstaff, Amstaff Terrier, Staffordshire terrier)

American Staffordshire Terrier
origem:Estados Unidos da América
data de origem:1800
esperança de vida:12 anos
classificação:Terrier (grupo 3) tipo bull (secção 3)
altura:43 para 48 cm
peso:25 para 35 kg
exercício: Exigentetreino: Fácilclima: Temperadoalimentação: Exigentetamanho: Médio
Adicionar aos meus items favoritosÉ um perito nesta raça?envie esta página a um amigoadicione um comentárioadicione um link
Adicione esta raça aos seus tópicos favoritos
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
É um perito nesta raça?
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
envie esta raça a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 

História [ editar ]

O American Staffordshire Terrier foi desenvolvido nos Estados Unidos da América e partilha a mesma ascendência com o Staffordshire Bull Terrier. As duas raças resultam do cruzamento do Bulldog antigo com os Terrier ingleses. Na origem do desenvolvimento destas raças, os ingleses procuravam combinar a tenacidade dos bulldogs antigos com a agilidade e energia dos terriers. O objectivo era tornar os cães cada vez mais aptos para enfrentar touros, desporto que consistia no combate entre cão e touro.

Mas depressa os apostadores se aperceberam da intolerância desta raça em relação a outros cães, da devoção ao dono e da força da sua mandíbula. Esta combinação lançou o American Staffordshire Terrier e o parente britânico para as arenas de lutas de cães, um local de onde teriam muita dificuldade em sair. As lutas não só seriam responsáveis pela morte de muitos exemplares, mas também deixariam marcas negativas profundas na opinião da sociedade sobre estes cães. Marcas essas que não conseguiram ser evitadas nem mesmo com a proibição da lutas na década de 30 do século XIX.

O American Staffordshire Terrier como raça, inicia o seu processo de autonomização quando os Norte-americanos  começam preferir os cães mais altos e robustos para criação.

A proibição das lutas entre cães não teve as consequências desejadas, uma vez que se continuaram a realizar na clandestinidade. Foi preciso um século, para que o American Staffordshire Terrier surgisse pela primeira vez em exposições. Em 1936, o American Staffordshire Terrier foi reconhecido como uma raça autónoma do Staffordshire Bull Terrier.

Se por um lado a intolerância destes cães em relação a outros animais lhes valeu fama entre os entusiastas das lutas, por outro lado, a devoção cega ao dono e a dedicação à família fizeram dele um animal de estimação popular.  
a editar: História [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Temperamento [ editar ]

Independente, teimoso, mas seguro de si, o American Staffordshire Terrier exige um dono equilibrado e doce. É protector da família, por quem tem uma grande estima e tenta a todo o custo agradar. Alegre, o American Staffordshire Terrier está  sempre disposto a brincar.

O American Staffordshire Terrier gosta de ser o único cão da casa e pode reagir com violência perante outros cães. Aprecia a companhia do dono e não gosta de ser deixado sozinho. Apesar de ser resistente, o facto de ser muito dependente da sua família torna indispensável que seja um cão de interior. Necessita de uma boa dose de exercício.

São cães relativamente fáceis de treinar, sobretudo devido à sua ânsia em agradar ao dono, o que por vezes pode ser mal aproveitado pelos humanos.
a editar: Temperamento [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Descrição [ editar ]

O American Staffordshire Terrier é um cão que deve transmitir força, mas também agilidade. Robusto, o amstaff, como também é conhecido, deve ter as pernas curtas e o tronco largo. As fêmeas têm entre 43 e 46 cm e os machos entre 46 e 48 cm. Os limites de peso são meramente indicativos, uma vez que o estalão da raça não prevê nenhum enquadramento face aos quilos do animal.

A cabeça e o pescoço devem ser largos e o peito é profundo. O stop é pronunciado, o nariz é preto e os olhos são escuros. As orelhas são preferencialmente não cortadas.

A cauda não deve ser cortada, sendo curta em relação ao tamanho do exemplar. Deve ser direita e a afunilar.

A pelagem deve ser rente, áspera, mas brilhante. Qualquer cor é admitida, mas desaconselham-se mais do que 80% branco, branco e amarelo ou cor de fígado. 
a editar: Descrição [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

American Staffordshire Terrier vs American Pit Bull Terrier [ editar ]

O American Pit Bull Terrier não é reconhecido como raça independente por nenhum dos grandes clubes internacionais, sendo o United Kennel Club e o American Dog Breeders Association, clubes norte-americanos, os únicos a aceitar o seu estalão. Isto implica que em muitos clubes internacionais, o American Pit Bull Terrier esteja registado como American Staffordshire Terrier.
a editar: American Staffordshire Terrier vs American Pit Bull Terrier [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Saúde e Higiene [ editar ]

A manutenção da pelagem não exige grandes esforços: uma escovagem ocasional serve mais para limpar a sujidade do que para pentear.

Algumas das doenças que mais frequentemente surgem associadas ao American Staffordshire Terrier são displasia e problemas cardíacos. 
a editar: Saúde e Higiene [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Adicionar novo bloco [ adicionar ]
adding: [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
[ É um perito nesta raça? Editar esta descrição(moderado) ]
Comentários (25)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
29.12
vandamorais disse:
Tenho uma cadelinha com 3 meses e meio e é a loucura de toda a família! Um doce de animal e extremamente meiga com os restantes animais da casa, 2 gatos e um coelho...
04.08
teresa1982 disse:
tenho um que se chama atila e tem um ano, estou muito contente, nunca pensei que esta raça fosse tao meiga, tenho 5 filhos com idades compreendidas entre 13 e 1 ano e ele e um doce com os meninos, aconselho esta raça para quem tem interesse em disfrutar de uma exelente companhia familiar!!!
08.01
Ironeagle disse:
Eu tenho uma American Staff que se chama Iris e neste momento tem 5 meses e é a coisa mais linda que eu tenho,gostaria de saber mais sobre esta raça.
01.04
TelmoMaria disse:
tenho dois , uma com 8 anos que é a Luna e outro com 5 meses , que é o Rex ! são fabulosos e únicos (:
11.07
vegma disse:
Adoraria ter esta raça, sempre adorei cão, so tive um, ate que encontrei esta raça e adoraria adquerir um:)
07.05
nhaka disse:
esta raca e das melhores k ha sao lindos eu tenho uma k e uma maravilha so lhe falta falar, mas um problema de saude sofre de problemas cardiacos mas nem se nota pois ta sempre bem desposta lol
01.04
mankitolas disse:
eu tenho 1 k nem parece ser da raça que e.. sao simplesmente 1 espetaculo
14.12
Silva300 disse:
Tenho um exemplar, dócil, amigo, adora as minhas filhotas e é muito atlético gosta muito de exercício físico. É um cão 100%
11.09
canil_Tugacan disse:
PALAVRAS PARA QUE TENHO 7 EXEMPLARES DESTA RAÇA.
15.06
filipaisa disse:
para mim.... absolutamente incriveis!!! sou uma amante de cães... tive uma doberman era a minha melhor amiga, infelizmente morreu á coisa de 1 meses... foi um enorme desgosto... sempre pensei que quando saisse da casa dos meus pais iria ter outra doberman... mas á mais ou menos 2 meses e meio soube que havia um amstaff que não estava a ser muito bem tratado e que a dona del queria dá-lo... estava fechado num apartamento e chegava a ficar ate 3 dias sozinho, essa situação não me agradou e resolvi adotá-lo, quando chegou ao pe de mim estava desnutrito e com uma gast. tinha 4 mesinhos e estava magrisimo... nunca tinha pensado em ter um cão daquela raça nem nunca me tinha chamado muito a atenção... agora acho que a melhor coisa que fiz foi ter ficado com ele... é um amor... super divertido e carinhoso... e protege-me de tudo e todos... simplesmente: amo o meu cachorrinho... para mim das melhores raças... agora vou arranjar uma miguinha para ele!!!!!!
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch