está aqui: home > cães > bull terrier

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]
Página adionada aos Favoritos 

Bull Terrier

Modera bem a sua força (outros nomes: BT)

Bull Terrier
origem:Grã-Bretanha
data de origem:séc. XIX
esperança de vida:15 anos
classificação:Terrier
altura:53 para 56 cm
peso:24 para 28 kg
exercício: Médiotreino: Difícilclima: Temperadointerior/exterior: Fora de casaalimentação: Pouco exigentetamanho: Médio
Adicionar aos meus items favoritosÉ um perito nesta raça?envie esta página a um amigoadicione um comentárioadicione um link
Adicione esta raça aos seus tópicos favoritos
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
É um perito nesta raça?
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
envie esta raça a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 

História [ editar ]

O aparecimento do “gladiador da raça canina” remonta a 1830, altura em que foi cruzado um Bulldog com um Old English Terrier, dos quais herdou, para além da influência genética, o nome: Bull Terrier. Sabe-se que posteriormente a raça foi apurada com o contributo de outras linhagens, mas não existe uma opinião unânime em relação a estas. Sugere-se o Dálmata, o Pointer Espanhol, o Greyhound e o Foxhound.

Esta estirpe foi inicialmente utilizada para a luta de touros (bull bating) que foi proibida na Inglaterra, por volta de 1835. Os Bull Terriers passaram a participar nas lutas de cães, altura em que a sua reputação atingiu o auge, já que se dizia que eram capazes de morrer na arena só para agradar o seu dono. Quando este “desporto” foi proibido, a raça passou a estar confinada aos ringues de exposição, sendo ainda utilizada como cão de guarda, caçadores de ratos e guardador de rebanhos.

O primeiro clube da raça surge em 1887 e, no ano seguinte, é publicado o primeiro standard da raça. Em 1895, os Bull Terrier são reconhecidos pelo Kennel Club americano.

Em 1860, começa a ser apurada uma nova variante desta estirpe - os Bull Terrier brancos - provavelmente resultado do cruzamento com um English Terrier brancos. Os créditos de tal desenvolvimento ficam a dever-se a James Hinks que, em Birmingham, se empenhou na obtenção de uma espécie mais atraente.

Rompendo com a alcunha de “gladiadores”, estes cães passaram a ser conhecidos por “Cavaleiros Brancos” dado o seu perfil gentil e aparência nobre. Esta variante acabou por prevalecer em relação à versão colorida, dominando os ringues de exposição, no séc. XIX.

Todavia, começaram a surgir problemas de saúde nas variantes brancas (por exemplo a surdez e o albinismo), o que motivou alguns criadores a desenvolver linhas de criação coloridas, por forma a superar estes constrangimentos. Ted Lyon é um dos nomes geralmente associados a este feito.

Neste contexto, no início do séc. XX, o Bull Terrier é cruzado um Staffordshire Bull Terrier mas, só em 1936, é que foi reconhecida pelo Kennel Club americano como uma variedade distinta. Existe ainda uma outra variedade - o Bull Terrier Miniatura - que se diz ter sido criada para ajudar o seu parente maior na caça aos ratos. Esta variante foi reconhecida pelo Kennel Club britânico em 1939. Actualmente, esta raça goza de elevado prestígio, sendo representada por clubes de todo o mundo.
a editar: História [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Descrição [ editar ]

O Bull Terrier é um cão de porte médio, sem limites definidos, minímos ou máximos, quer para peso como para altura.

A sua pelagem  é curta, dura e brilhante e as cores permitidas são o branco (que pode apresentar manchas pretas ou tigradas na cabeça) tigrado, ruivo e preto unicolor e tricolor.

A sua cabeça é comprida e oval, sem chanfro demarcado, e apresenta-se curva até à extremidade do nariz. Os olhos são pequenos, escuros, dispostos obliquamente e triangulares, de expressão viva e inteligente. As orelhas são pequenas e triangulares, assumindo sempre uma posição erecta como se estivesse sempre alerta. O pescoço é longo, entroncado e os ombros são musculosos. O corpo tem a forma de barril e é maciço. Os membros são curtos, sendo os anteriores verticais e os posteriores musculosos e com quartos a direito. As patas são redondas e compactas e a cauda é curta e mantida na horizontal.
a editar: Descrição [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Temperamento [ editar ]

O Bull Terrier é hoje um animal de estimação fiel e devoto ao seu dono. Não aprecia ser deixado sozinho e, tal como em muitas outras raças, a ansiedade sentida manifesta-se nas jarras partidas.

A sua fina inteligência aliada à sua forte personalidade (por vezes um pouco obstinada) leva a que estes cães não sejam aconselhados a donos sem experiência. Na verdade, eles necessitam de ser educados desde pequenos pelo membro dominante da família, por forma a serem totalmente inseridos, caso contrário, podem desenvolver comportamentos que não são típicos da raça. A relação que desenvolvem com as crianças é boa, se estas o respeitarem. O Bull Terrier é ainda um óptimo cão de guarda.
a editar: Temperamento [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Saúde e Higiene [ editar ]

A esperança média de vida destes cães pode atingir os 15 anos e são considerados geralmente saudáveis. A surdez é infelizmente um problema que ocorre com alguma frequência. Com menor ocorrência registam-se problemas de coração e luxações da patela.

A manutenção do seu pêlo é uma tarefa simples que deve ser realizada uma ou duas vezes por semana.

A prática diária de exercício físico é muito importante que seja respeitada por forma a sentirem-se bem física e psicologicamente. Uma a duas horas por dia é o tempo médio aconselhável.

Estes animais preferem climas moderados a quentes e adaptam-se bem a viver em espaços menos amplos. São ainda bons apreciadores dos petiscos, o que torna necessária alguma vigilância ao seu peso.

Curiosidade: Este “gladiador da raça canina” teve um doce momento de estrelato quando representou um papel no filme “Babe - um porquinho atrapalhado na cidade”.
a editar: Saúde e Higiene [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Adicionar novo bloco [ adicionar ]
adding: [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
[ É um perito nesta raça? Editar esta descrição(moderado) ]
Comentários (15)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
24.11
gjones disse:
melhor raça sem duvida
27.01
samanta21 disse:
A melhor raça de todas, apenas o bull terrier me cativa e fascina.......... Lealdade sem igual apaixonei me pela raça ja tenho um macho agora quero uma menina!! :)
04.12
yonisia disse:
Quanto mais os conheço mais me apaixonam, um dia espero vir a ter um ;D
13.03
jopet disse:
Por favor, alguém informe a policia que esta raça não está na lista das raças "ditas" perigosas!!! Estes cães são extremamente equilibrados, e apenas oferecem perigo a quem invadir o espaço deles.
09.02
heliosardo disse:
Existe no "meio" dos amigos dos Bull Terrier, a ideia generalizada, de que após se ter convivido com um Bull Terrier....já não se consegue "gostar" de qualquer outra raça. Pode parecer uma ideia "fundamentalista", mas...depois de perder o meu amigo....compreendo hoje perfeitamente o que isso quer dizer!
02.01
boneko disse:
he heeeeeeeeee ja sou da familia bull XD e a mais linda sim o meu e parecido com este da foto XD e o panico tem e um instinto pa destroir td mas n e mau e apenas diferente XD
16.12
cigano15 disse:
a raça mais linda ke existe
10.06
Heltonbull disse:
Unica coisa que posso fazer é concordar com os amigos.... essa raça é sho eu tenho dois e sou louco por eles
22.03
666666 disse:
Essa raça é demais, eu adorei. Já tive poodle, sharpei e bull terrier. Só o que não gosto é q não posso ter outros cães, a Julia é muito ciumenta e ataca qualquer cão q. chega perto dela ou da casa, ou de mim. Amo ela por ela ser carinhosa e amiga.
18.03
ppenha disse:
Como explicar a um polícia que o Bull Terrier (inglês de origem e raça reconhecida desde 1922 a nível mundial), nada tem a ver com o Pit Bull ou com o Staffordshire Terrier (ambos de origem americana e muito distanciados no tempo), não fazendo parte, de forma nenhuma, das 7 raças definidas como perigosas.
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch