está aqui: home > cães > bulldog inglês

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]
Adionar a página aos Favoritos 

Bulldog Inglês

Bulldog Inglês
origem:Grã-Bretanha
data de origem:Século XIII
esperança de vida:10 anos
classificação:Raças não Desportivas
altura:31 para 40 cm
peso:23 para 25 kg
exercício: Médiotreino: Razoávelclima: Temperadointerior/exterior: Dentro de casatosquia: Necessita de cuidados com o pêloalimentação: Exigente
Adicionar aos meus items favoritosÉ um perito nesta raça?envie esta página a um amigoadicione um comentárioadicione um link
Adicione esta raça aos seus tópicos favoritos
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
É um perito nesta raça?
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
envie esta raça a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 

História [ editar ]

Recuando no passado, o Bulldog Inglês descende dos antigos Mastins asiáticos que foram introduzidos na Europa pelos Fenícios, por volta do séc. VI.a.C. Estes cães foram utilizados na guerra e nos desportos de coliseu na época romana.

No entanto, só no séc.XIII é que se regista o aparecimento do Bulldog, altura em que se tornaram populares na Grã-Bretanha os combates entre cães e touros - Bull Baiting. Estes combates foram impulsionados pelo Lord Stamford que, num ocasional passeio em Lincolnshire, viu dois touros disputando a posse de uma fêmea. Os cães de um talhante local precipitam-se sobre um dos touros, e abateram-no após uma luta feroz. Divertido com o que testemunhou, decidiu reservar uma área onde estas lutas se tornassem prática comum. A popularidade deste desporto depressa se estendeu pela Grã-Bretanha, que foi polvilhada com arenas que ainda hoje existem naquele país.

Neste contexto, o Bulldog foi sendo moldado física e psicologicamente para confrontar o touro, tornando-se num animal feroz e destemido, com uma excelente técnica de combate e elevada resistência à dor.

Mas, com o passar dos séculos, evoluíram as mentalidades e refinaram-se os gostos, o que conduziu a que, em 1835, este “desporto” fosse proibido e a sua prática censurada. Como consequência, a possibilidade de extinção ameaçou esta estirpe de cães, mas o Sr. Bill George, um admirador dos Bulldog Inglês, impediu que tal sucedesse, apostando na sua criação. 

Nas décadas posteriores, outros adeptos desta raça empenharam-se na sua criação, dedicando-se a um minucioso trabalho que consistia na selecção dos cães com um temperamento mais dócil e seguro. Desta forma, foram-se fixando os espécimes com a herança genética que os torna adequados ao meio social.

Em 1875 foi fundado o Bulldog Club Incorporated, que ainda hoje coordena as actividades sobre a raça na Inglaterra e em 1891 foi criada a London Bullgod Society.
a editar: História [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Temperamento [ editar ]

O Bulldog deve apresentar à primeira vista uma imagem de força, de determinação, de actividade decidida e na realidade deve ser um animal vivo, fiel, corajoso e em quem se possa confiar.

Apesar do passado desta raça ser pautado com algum grau de violência, há que salientar que o Bulldog hoje é um cão fiel, paciente, que gosta de crianças e se sabe controlar muito bem. Cómico, demonstra ao homem o seu interior e coração mole.

Fora a aparência sisuda e o seu aspecto de temer aos que desconhecem este bom ser, verifica-se que ali reina, dentro de tantas pregas, um animal afectuoso. De todas as raças existentes, é um dos cães mais preguiçosos. Raramente perde a paciência ou se exalta com algo, o que se adequa a crianças. A única excepção é em actos de ataque perante outros animais, mas só no caso de se sentir mesmo ameaçado, pois o mecanismo de defesa já o herdou em tempos antigos e em situações que o fizeram ser cauteloso, com uma “patinha atrás”.

A sua relação com outros cães é individualista, mas acaba por ser meigo com os que o rodeiam. As fêmeas são excelentes mães quer biológicas quer adoptivas. São cães muito asseados desde a nascença. Um animal de enorme apetite e que não passa cartão a ninguém se entender que está simplesmente na sua hora de descansar.
a editar: Temperamento [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

O Bulldog Inglês na família [ editar ]

Adequa-se a:

  • Famílias com crianças;
  • Famílias com gostos e sonhos especiais;
  • Pessoas idosas, aposentadas;
  • Pessoas que aceitam as personalidades do seu animal;
  • Pessoas pacientes.
 
Não é adequado para:

  • Desportistas que gostam que o cão os acompanhe em exercícios de corridas;
  • Pessoas que querem um cão extremamente obediente;
  • Pessoas que querem ter um cão essencialmente para guarda;
  • Pessoas que querem ter um cão com potencial agressivo para protecção;
  • Principiantes que não estudem muito bem a raça antes de os adquirir.
a editar: O Bulldog Inglês na família [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Descrição [ editar ]

O Bulldog Inglês é um animal de estatura pequena, com um peso que varia nos machos, entre os 22.7 a 25 Kg e, nas fêmeas, entre os 18 a 22,7 Kg.

A pelagem, curta e macia, necessita apenas de uma escovagem diária e as suas cores variam entre o branco, o fulvo-claro, vermelho ou castanho escuro e diferentes tipos de malhados.

É dotado de um crânio grande, largo, com uma testa ligeiramente achatada e olhos redondos, de inserção baixa. A possibilidade de contrair infecções nos olhos e na boca, exige algum cuidado e atenção com a higiene destas zonas. A pele da cabeça é fina e macia, formando pequenas rugas, que no pescoço formam duas barbelas. As orelhas, pequenas e finas, são de inserção alta na cabeça.

A região facial é uma das características mais distintivas desta classe de cães: possui um focinho saliente, com um nariz expressivo e umas bochechas arredondadas e salientes. Os maxilares são largos devido aos dentes fortes e grandes. É aconselhável que, após o banho, se seque com cuidado as dobras faciais e o restante corpo. Pode vir a ser necessária a aplicação de cremes nas pregas de pele sujeitas a maior fricção

O tronco é compacto, curto, tal como os membros inferiores e superiores, cuja musculatura é bem desenvolvida e rígida.
a editar: Descrição [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Saúde e Higiene [ editar ]

A nível de saúde, existe uma certa vulnerabilidade para desenvolver assaduras e dermatites, bem como problemas de joelhos e ancas.

É um animal sensível a temperaturas extremas, com uma esperança média de vida de 8 anos. Como possui um aparelho digestivo bastante activo, convém que seja submetido a algum exercício para evitar problemas de obesidade.

Convém limpar as pregas da pele no pescoço e no focinho com água e sabão neutro.
a editar: Saúde e Higiene [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Curiosidades [ editar ]

Esta famosa raça não só conquistou algumas das mais ilustres personagens da nobreza inglesa (a Rainha Isabel I e o Rei Jaime I, são alguns exemplos), como também foi retractada por Shakespeare, na peça teatral Henrique VI.
a editar: Curiosidades [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Reprodução [ editar ]

A reprodução do Bulldog Inglês não é fácil. Os principais problemas advêm da anatomia e fisiologia da raça, o que constitui uma verdadeira barreira no sucesso da procriação da raça. Sendo um animal pesado e encorpado, o macho apresenta dificuldades em cobrir a fêmea, tornando o acasalamento difícil. Para além disso, a taxa de fecundidade é baixa, registando-se um número significativo de fêmeas inférteis. É frequente a utilização de inseminação artificial nesta raça.

O parto é também difícil devido à anca estreita das fêmeas e à cabeça larga dos bebés, característica da raça. Por isso, é elevado o número de partos que tem de ser realizado por cesariana e parece ser relativamente escassa a possibilidade de a mãe dar à luz a uma ninhada sem intervenção de um veterinário.

O desconhecimento de todo este difícil processo de reprodução leva por vezes a que criadores deixem morrer crias, não estando preparados para esta difícil prova que é a obtenção do Bulldog Inglês por um parto normal ou parto com intervenção da mão humana. Se mesmo criadores com experiência podem encontrar dificuldades, a situação agrava-se quando os próprios donos com pouca ou nenhuma experiência se aventuram na reprodução dos seus animais. Não é raro acabarem sem ninhada e sem a cadela reprodutora.
a editar: Reprodução [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Adicionar novo bloco [ adicionar ]
adding: [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
[ É um perito nesta raça? Editar esta descrição(moderado) ]
Comentários (24)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
19.07
tita2000 disse:
A minha bubu não gosta nada de colo, adora as crianças mas detesta correr, portanto desportistas este cão não serve para correr, as vezes no jardim mostro-lhe um ossinho para ela seguir e começa a correr... ela vem atras de mim com uma velocidade. Não gosta que mandem nela.
03.06
Lyly80 disse:
Nossa Juju é uma fofa,literalmente.Estou fazendo caminhadas curtas com ela para que ela emagreça,a pedido do veterinário.Ela adora sair!Ama carinho,mas é um pouco arisca;não gosta de ser abraçada e se sentir presa.Minha rottweiler gosta mais de colo do que ela.Dorme muito e em posições inusitadas..rsrsrs!É uma delícia essa raça.
12.09
qelia disse:
Aminha proxima aquisição :D ADOOROOOO *.*
26.08
XIKO29 disse:
Boa noite. ADORO esta raça e queria mesmo muito ter 1, mas tenho algumas questões que espero que me possam responder: 1- Os gastos são demasiados (alimentação, higiene, etc)? Mais ou menos quanto por mês? (Infelizmente, da maneira que o país está, tem de se saber bem tudo isto antes de se avançar para a compra.) 2- São cães que ladram muito? É que moro num apartamento e apesar dos vizinhos do meu bloco serem bastante simpáticos, não sei como reagiriam com 1 cão sempre a ladrar. 3- Tenho a ideia de que esta raça deve ser mesmo adquirida com LOP para se ter a certeza que provém de uma boa linhagem visto (pelo que li) serem bastante propensos a displasia da anca; é verdade? É que pelo que andei a ver e informações que pedi a criadores certificados, 1 macho com LOP fica por 1400/1500€ aprox, o que é bastante. :( MUITO obrigado!
08.01
costape disse:
sem margem para duvidas, sao cães apaixonantes. Tenho 4, a Brenda, o Bugui, a Buguina e a Bambolina, sao fantasticos e é impossivel passar por eles sem fazer uma festa primeiro. Sao cães muito carenciados de mimos, estã sempre a pedir festas, querem sempre estar comigo. Como tenho tres femeas a disputa entre elas é elevada sendo que por vezes ha problemas, sao cães muito dominantes. O Bugui e a Buguina sao optimos guardas, sao desconfiados quando entra alguem desconhecido, mantêm sempre por perto do desconhecido e se ele fizer um movimento brusco eles nao esitam em atacar (nao mordem mas metem muito respeito:) ) Tenho um Rotweiller (o Soni) mas nem pensar em aproxima-lo do Bugui, apesar do grande porte do Soni o Bugui mostra o porque de ser um bulldog, é absolutamente inacreditavel a valentia e a força bruta de um bulldog e quem tem esta raça sabe perfeitamente do que estou a falar. Sao muito pacatos mas quando se chateiam é um problema, raramente lutam com outros cães porque facilmente se impoiem. Sao teimosos mas nao lhes falta inteligencia, com algum esforço eles aprendem a obedecer, em adutos sao obedientes. As femeas sao otpimas progenitoras à parte da Brenda, ela nao quer saber dos filhotes para nada e nem o leites lhes dá :(. Para quem tem femas fica o aviso, se nao tem pratica com os partos nao arrisque, as cadelas têm quase sempre um parto dificil e é necessario ajuda-las, as crias depois de nascidas nao devem estar com a mae, sem querer elas sentam-se muitas vezes em cima deles acabando por mata-los involuntariamente. Com as crianças sao incrivelmente pacientes, tenho duas filhas ainda pequenas e por vezes fico abismado com a paciencia destes cães versus às diaburas que elas lhes fazem, eles sao extremamente cuidadosos com as miudas. O cuidado com a alimentaçao é essencial, eles comem muito e devem comer muito, nao devem fazer muito exercicio mas devem estar à solta num jardim para que possam caminhar, eles gostam de fazer exercicio mas moderado. Muito cuidado no verão, quando está calor nao pode faltar agua em momento algum, nao fazer passeios durante as horas de calor, grande parte do verao estao deitados num local fresco e só à noite se movem. Estes cães sabem-se cuidar de si proprio por isso nao exigem muito trabalho, como ja disse, necessitam isso sim de muito carinho. Saudaçoes
25.10
Fi0na disse:
adorava ter um cão desta raça!!
25.08
LordGaspar disse:
Sem margem para dúvidas que só depois de os terem é que temos noção do quanto eles são especiais. São verdadeiras Estrelas. Nao conheço nenhuma raça com tantas caracteristicas, e com uma personalidade tao bem defenidaa.Pois eles sabem o que querem, o que nao querem, o que gostam e o que nao gostam. Acho que todas as familias deveriam de ter um Bulldog. Após ter comprado o Gaspar, jamais irei ter outra raça sem ser Bulldog ingles.
26.05
imopro disse:
tenho a minha "gorda" a muito pouco tempo mas sint que ja faz parte da minha familia. Simplesmente adoro-a. è linda muito brincalhona e dorminhoca. adoro-a muito
02.05
dionisio53 disse:
eu tenho o OX, é o meu melhor amigo, amigo que até chora ao ver-me adoentádo,passei a ser o homem mais feliz depoes de o trazer para a minha companhia.
13.04
monas disse:
adoro esta raça,mas é pena não ter nenhum.
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch