está aqui: home > cães > cão da serra da estrela

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]
Adionar a página aos Favoritos 

Cão da Serra da Estrela

Um amigo das crianças!

Cão da Serra da Estrela
origem:Portugal
data de origem:Antiguidade
esperança de vida:12 anos
classificação:Raças molossóides, tipo montanha
altura:62 para 75 cm
peso:35 para 60 kg
exercício: Exigentetreino: Razoávelclima: Temperadointerior/exterior: Fora de casatosquia: Necessita de cuidados com o pêloalimentação: Exigentetamanho: Grande
Adicionar aos meus items favoritosÉ um perito nesta raça?envie esta página a um amigoadicione um comentárioadicione um link
Adicione esta raça aos seus tópicos favoritos
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
É um perito nesta raça?
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
envie esta raça a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 

História [ editar ]

O Cão da Serra da Estrela é uma das raças mais antigas da Península Ibérica. Entre as raças portuguesas, é a mais popular nosso país.

O Cão da Serra da Estrela deve o seu nome ao maciço central português onde este cão se fixou e se desenvolveu. O Cão da Serra da Estrela é um cão de montanha, forte e resistente, cujo papel é o de proteger os rebanhos. Ao longo dos séculos, esta raça passou também a ser utilizada na guarda de casas e propriedades, sobretudo por ser bastante grande e emitir um som forte ao ladrar.

O cão acompanhava e acompanha os rebanhos nas subidas sazonais à serra na procura por pastagens mais verdes. Nesta zona existem alcateias, embora actualmente com população reduzida, e outros predadores de ovelhas, cabras, etc. Por vezes, a transumância era mais alargada e os pastores desciam até ao Alentejo ou subiam até ao Douro, conforme a época do ano.

O Cão da Serra da Estrela enfrentava alcateias em grupos, entre 2 a 6 indivíduos, que se asseguravam da vigilância dos rebanhos. Os cães colocam-se naturalmente nas zonas mais altas para poderem observar uma maior extensão da pastagem. Por vezes, os pastores tinham de regressar às aldeias e confiavam aos cães a guarda dos rebanhos sem supervisão.

Devido ao seu trabalho, onde tinha de enfrentar lobos, por exemplo, e às condições climáticas adversas da serra, o Cão da Serra Estrela esteve bastante sujeito à selecção natural. Apenas os cães que sobreviviam ao frio e às lutas conseguiam reproduzir-se.

A selecção humana foi tendo um maior papel ao longo do tempo, sobretudo quando o Cão da Serra da Estrela passou a ser exportado para zonas urbanas.

Mas o maciço central, devido ao seu isolamento permitiu que o Cão da Serra da Estrela se desenvolvesse e fixasse na região. Acredita-se que as duas variedades de pêlo existentes – pêlo curto e pêlo comprido – se devam a variações regionais. Contrariamente ao que seria de se esperar, era na região mais quente, a zona Sul da Serra, na região de Manteigas, onde se podia encontrar mais cães de pêlo comprido, enquanto que a variedade de pêlo curto era mais frequente no Norte, em Seia e Gouveia. Como os pastores interferiam pouco na selecção dos cães, os cruzamentos entre estas duas variedades eram frequentes.

Em 1934 foi elaborado o estalão da raça, no qual se estabeleceu duas variedades de pelagem. A partir desta altura, o cruzamento entre as duas variedades passou a ser indesejável.

A publicação do estalão em 1966 e o reconhecimento da raça pelo FCI não veio trazer mais popularidade à raça. O declínio das alcateias era notório e os pastores podiam arriscar utilizar cães menos possantes e não puros para a guarda do rebanho. Nos anos 60 e 70, os portugueses emigraram procurando fugir da guerra, do regime e também da pobreza. O êxodo rural era outra alternativa e as zonas rurais foram particularmente afectadas por estas migrações.

A população de cães da Serra da Estrela diminuiu drasticamente neste período, mas a dedicação de alguns criadores permitiu a continuação da raça.

Hoje em dia, o Cão da Serra da Estrela é bastante procurado, sobretudo a variedade de pêlo comprido. Embora, fosse a variedade de pêlo curto a mais numerosa no início do século passado, pois não exigia tantos cuidados com o pêlo, sendo mais funcional, hoje em dia, é a variedade de pêlo longo que se destaca. Sobretudo por ser mais vistoso e com um porte mais elegante. Isto fez com que os criadores se concentrassem sobretudo na variedade de pêlo comprido e mesmo hoje a variedade de pêlo curto é particularmente vulnerável e mais rara.
a editar: História [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Temperamento [ editar ]

É um cão de guarda por excelência! Independente, era por vezes deixado sozinho a tomar conta do rebanho. Isto fez com que aceite a ausência do dono enquanto trabalha.

Vigoroso e robusto, o Cão da Serra da Estrela é um cão territorial e dominante. Necessita de uma boa socialização e de um dono capaz de impor a sua liderança de forma consistente e recorrendo ao reforço positivo.

O Cão da Serra da Estrela não é um pastor, no sentido em é responsável pela condução do gado. Está antes encarregue de o proteger e o acompanhar. Apesar de uma matilha poder enfrentar uma alcateia de lobos, os cães da Serra da Estrela funcionavam sobretudo como elementos dissuasores para os lobos.

Sempre alerta, o Cão da Serra da Estrela está igualmente apto para defender casas e propriedades.

Com os donos, esta raça é extremamente meiga e afectuosa. Por trás do aspecto imponente, está um cão muito dócil com as crianças da família, de quem aceita muitos abusos.

Com estranhos é reservado e seguro de si. Os donos devem apresentar todas as visitas ao cão e não devem deixá-las sozinhas com ele. Como cão de guarda incorruptível, o Cão da Serra da Estrela é desconfiado em relação aos humanos que não são da casa.

Os machos não toleram outros cães do mesmo sexo. As fêmeas tendem a ser mais receptivas. Podem conviver com animais de outras espécies desde que habituados com elas desde pequenas.

Muito resistentes, esta raça está preparada para enfrentar situações climáticas adversas, tal como é o tempo que se encontra na serra. Por isso, são cães que tanto podem viver no interior como no exterior da casa.

O Cão da Serra da Estrela necessita de um espaço exterior que possa guardar. A sua necessidade de exercício é moderada, mas ainda assim, passeios longos são a melhor forma de exercitar o animal.

a editar: Temperamento [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Descrição [ editar ]

O Cão da Serra da Estrela é um cão de grande porte, de linhas rústicas e aspecto poderoso.

A cabeça é volumosa e imponente e o crânio arredondado. Tem uns olhos ovais, castanhos, de expressão inteligente e serena. As orelhas são pequenas e pendentes sendo revestidas por um pêlo macio.

Molossóide, tipo mastim, o Cão da Serra da Estrela tem o peito largo e a garupa ligeiramente descaída. Os membros são fortes e musculosos, sendo os anteriores verticais. Os pezunhos estão presentes nos posteriores. A cauda é comprida, grossa e mantida descaída.

Existem duas variedades de pelagem no Cão da Serra da Estrela: pêlo comprido e pêlo curto. O pêlo é forte, algo grosseiro mas não muito áspero. Em algumas regiões é mais comprido do que outras, como por exemplo na cauda, em volta do pescoço e na parte traseira.

São admitidas apenas as cores fulvo, amarelo e lobeiro, que podem formar uma cor sólidas ou apresentar manchas brancas.
a editar: Descrição [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Saúde e Higiene [ editar ]

O Cão da Serra da Estrela é um cão saudável para o porte que apresenta, muito devido à forte selecção natural a que esteve exposto. Contudo existem algumas doenças típicas de animais de porte grande com maior incidência na raça. A displasia é uma delas, sobretudo a da anca, por isso certifique-se de que os progenitores realizaram os despistes correspondentes.

Devido a esta propensão, os donos devem utilizar rações de qualidade, não exercitar demasiado o cão enquanto jovem, evitar a subida de degraus e saltos e mantê-los afastados de pisos escorregadios.

Tendo duas variedades de pêlo, o Cão da Serra da Estrela precisa de cuidados diferenciados. A variedade de pêlo comprido necessita de maior manutenção: escovagens diárias para desembaraçar. A variedade de pêlo curto exige apenas escovagens semanais.

O banho apenas deve ser dado quando não for evitável, uma vez que a oleosidade protectora da pele é danificada pela água e produtos de limpeza.
a editar: Saúde e Higiene [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Adicionar novo bloco [ adicionar ]
adding: [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
[ É um perito nesta raça? Editar esta descrição(moderado) ]
Comentários (13)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
23.03
liratomy disse:
Eu tinha 2 manos serra da estrela, mas a minha Lira morreu devido a uma infecção uterina, tentámos tudo e o tomy até lhe deu sangue por 2 vezes. ele foi um valente, mas infelizmente ela não resistiu. Era a cadela mais protectora que se possa imaginar, e o mano mais novo está a seguir-lhe as pisadas. A minha pequenita faz o que quer dele e ele lá está cheio de paciencia.É a melhor raça de sempre
05.08
diivieira disse:
tenho uma serra da estrela, chama-se Estrela, e muito meiguinha, adora passear e tambem adora crianças. Ela e diferente tem o pelo curto, mas e tao teimosa que as vezes enerva.
19.04
ibottelho disse:
É sem duvida um grande companheiro e amigo, o meu vai fazer este fim de semana 14 anos. Tento de todas as formas prolongar o seu tempo de vida a meu lado, mas sei que o dia dele vai chegar mas nem quero pensar nisso. Super meigo, sociavel e tenho mais duas gatas e da-se lindamente com elas.
24.03
rikyto21 disse:
É o melhor cão do mundo, tive um durante 8 anos, sempre um excelente guarda, e o cão mais dócil do mundo para com os donos. Infelizmente envenenaram-no, gente sem carácter. A quem procura um cão super protector, atencioso, meigo, com todas as qualidades que um Dono pretende de um cão perfeito, recomendo o Cão da Serra da Estrela
31.01
obelix60 disse:
O meu Obelix era e continua um Doce, mas tenta morder a toda a gente tambem , mas apos pesquisa na net, descobri que a raça serra da estrela é assim mesmo, o instinto de guarda dele é enorme. Ninguem me convence a polo a dormir, ate tenho raiva a quem me diz isso, pois o meu amigo tem um dote especial para filtrar mas pessoas . Á uns meses uma gasolineira não foi assaltada, porque o meu lindo cachorrão pos os mafiosos na linha de fuga quando se preparavam para assaltar a rapariga das Bombas. Os cães são como as pessoas, a dias que acordam mal dispostos, o meu serra por exemplo é 100% cão de guarda. é incurroptivél. Para mim que sou o Dono não tenho melhor amigo e companheiro. Um serra da estrela é um Animal igual aos outros, a diferença esta no tamanho. Mas com calma e muito....muito treino e dedicação é um cachorrão que só falta falar. Eu pessoalmente não tenho a dizer do serra da estrela, pois ele não tem culpa de eu o ir buscar à Serra da Estrela, O mais dificil foi eu apreender a lidar com ele. mas passado uns 14 meses, posso garantir a todo mundo que o meu Obelix, comigo mais parece um cão de circo. Faço tudo o que quero com ele. Mas quando alguem se aproxima para a tal festinha tenho o cuidado de dizer não aos estranhos, pois ele ve um estranho que não é previamente apresentado, como uma ameça. Ele é 100% Guarda e nada mais à fazer, Sera sempre um cão com o seu instinto. é uma doçura para os miudos da minha zona, não á dia que os miudos da escola não o venham buscar para o recreio. Resumindo tenho um Cão que é 100% Guarda 100% fiel ao Dono 100% Serra da Estrela Contras: Não gosta de estranhos à volta do Dono, paciencia, ninguem é perfeito mesmo. I LOVE MY SERRA DA ESTRELA
12.11
anadenoe disse:
Eu tive um Serra durante 4 anos, mas infelizmente tive de o por a dormir porque começou a morder em toda a gente, ainda hoje quando vejo fotos dele choro de saudade. Mas gostava de ter outro.
02.10
Pezinha disse:
Tive até há 3 dias um Serra de pelo curto maravilhoso. Era companhia maravilhosa, sempre pronto para brincar, passear. RIP
24.07
5cooby disse:
Lindo.
04.03
Angelsonia disse:
Meu Jack fez parte da minha infância e adolescência. Era lindo, adorável, meigo e muito guardião da sua família. Com ele do meu lado nada me assustava. Sinto muito a falta do Jack.
02.11
crato disse:
Olá, Tenho um Serra, e quando o vimos a 1ª vez, era uma autênctica Bola de pêlo. Agora tem 5 anos e é o melhor companhairo, não só para nós , como para todos os nossos Vizinhos ( alguns até tinham medo de cães, e agora até passeios dão com ele). È uma Força da Natureza, pela sua bondade, disposição ( quando não está a dormir), e alegria. Sempre preparado para a Festa e futebol.
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch