está aqui: home > cães > dandie dinmont terrier

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]
Adionar a página aos Favoritos 

Dandie Dinmont Terrier

 (outros nomes: Hindlee Terrier)

Dandie Dinmont Terrier
origem:Reino Unido
data de origem:Século XVII
esperança de vida:13 a 15 anos
classificação:Terrier
altura:20 para 28 cm
peso:8 para 11 kg
exercício: Médioclima: Temperadotosquia: Necessita de cuidados com o pêlotamanho: Muito pequeno
Adicionar aos meus items favoritosÉ um perito nesta raça?envie esta página a um amigoadicione um comentárioadicione um link
Adicione esta raça aos seus tópicos favoritos
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
É um perito nesta raça?
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
envie esta raça a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 

História [ editar ]

O Dandie Dinmont Terrier é originário da Escócia. Não se sabe exactamente em que altura terá surgido, uns apontam para o século XIX, embora outros defendem que já se encontrava na região no século XVII.

Nesta altura, pensa-se que os cães possam ter sido utilizados para caçar texugos ou castores. Acredita-se que a raça dos Allans de Holoystone no início do século XVIII tenha dado origem ao Dandie Dinmont Terrier.

O agricultor James Davidson é considerado o pai moderno da raça. Possuía cães de várias origens, sendo uma delas os cães dos Allans. Criava e documentava a sua criação, o que levou mais tarde a solidificar o seu papel no desenvolvimento do Dandie Dinmont Terrier.

Mas a história do nome desta raça é tão peculiar quanto a sua sonoridade. James Davidson e os seus cães serviram de inspiração a Sir Walter Scott para o seu livro “Guy Mannering”. Nele, a personagem cujo nome era “Dandie Dinmont”, também um jovem agicultor, tinha dois terriers aos quais chamava “Pepper” e “Mustard” (Pimenta e Mostarda) de acordo com a cor da pelagem, à semelhança do que James Davidson também fazia. O livro lançado em 1814 tornou-se um sucesso e a raça passou a ser conhecida como os Terriers de Dandie Dinmont. Ainda é hoje em dia a única raça a ter o nome de uma personagem de ficção.

O Dandie Dinmont Terrier é um cão de caça adaptado ao terreno rochoso e de vegetação densa da fronteira entre Inglaterra e Escócia. Especializada tanto em raposas como em lontras, esta raça também caçava coelhos e outros animais em que fosse necessário um cão de estatura baixa e maxilares fortes.

O Kennel Club formou-se em 1873 e logo a seguir, em 1875, foi criado o Dandie Dinmont Terrier Club. O clube afirma ter sido o terceiro clube dedicado a uma raça canina no mundo. A partir dessa década as exposições de cães viraram moda e esta raça, pela sua aparência diferente e versatilidade em se tornar um excelente cão de companhia, tornou-se popular no ringue.

A II Guerra Mundial foi particularmente difícil para a raça. O número de exemplares diminuiu significativamente. A sobrevivência foi assegurada devido aos esforços de vários canis em conservar a raça.

Hoje em dia é uma raça rara e vulnerável. Apenas 90 cachorros foram registados em 2003 no Reino Unido, contrastando com os mais de 9 mil West Highland White Terrier.
a editar: História [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Temperamento [ editar ]

O Dandie Dinmont Terrier é um cão de caça, com um instinto apurado. É independente, muito inteligente, determinado, persistente e meigo.

Apesar do pequeno tamanho, o Dandie Dinmont Terrier tem uma personalidade grande. É teimoso, mas geralmente o treino é fácil.

Está entre os terrier mais dóceis e é pouco exigente com os donos. É adequado para conviver com crianças mais velhas. Com outros animais de porte pequeno não é aconselhável, mas se habituados a gatos desde pequenos, não deverá haver problema.

É desconfiado de estranhos e tem um ladrar forte, o que o torna num eficaz, mas barulhento cão de alerta.

A necessidade de exercício desta raça é pequena e entretêm-se bastante sozinhos. Por isso podem viver em apartamento. Necessitam, tal como os outros cães, de passeios diários.
a editar: Temperamento [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Aparência [ editar ]

O Dandie Dinmont Terrier é um cão com uma cabeça distinta com pêlo sedoso a cobri-la, um corpo longo e pernas curtas. Para cães de trabalho, o peso deve situar-se entre os 8 e os 11 kgs, mas os valores mais próximos do limite inferior são preferíveis.

A cabeça é grande, mas em proporção com o tamanho do cão. É coberta por pêlo bastante suave e sedoso. O nariz é preto e os olhos são de uma cor amendoada rica. As orelhas são pendentes e variam entre os 7,5 e os 10 cm.

O pescoço é musculado, bem desenvolvido e forte. As costas são baixas e o peito bem desenvolvido. A cauda é bastante curta, entre 20 a 25 cm.

O pêlo é uma característica muito importante da raça. Com uma dupla pelagem, a interior é suave e a exterior é mais dura, mas sem ser cerdosa. As patas da frente têm pêlos de cerca de 5 cm. A parte superior da cuada tem pêlo de arame.

Há duas cores permitidas para esta raça: pimenta ou mostarda. Os cães pimenta variam desde um azulado escuro a um cinzento prateado claro. A cor apresenta um gradiente da zona superior até às patas onde a cor varia de um bronze rico a um fulvo pálido. Os cães mostarda variam do um castanho avermelhado a um fulvo pálido. O topknot é branco a creme, as patas e as pernas têm uma tonalidade um pouco mais escura do que a cabeça.
a editar: Aparência [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Saúde e Higiene [ editar ]

O Dandie Dinmont Terrier tem uma esperança média de vida de 11 a 15 anos. Devido ao comprimento do corpo é comum surgirem problemas nos discos intervertebrais. Outros problemas de saúde a que os donos devem ter atenção são: hipotiroidismo, glaucoma e síndrome de Cushing.

O Dandie Dinmont Terrier tem a particularidade de ter pêlo suave intervalado com pêlo mais duro. Esta raça não larga muito pêlo. Sobretudo porque o pêlo que cai muitas vezes fica preso na própria pelagem. Assim sendo é necessário escovar os cães três vezes por semana, para que o pêlo morto não fique embaraçado. É necessário arrancar o pêlo morto pelo menos 1 vez por ano. O pêlo no focinho necessita de ser aparado e deve ser removido do canal auditivo regularmente.
a editar: Saúde e Higiene [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Adicionar novo bloco [ adicionar ]
adding: [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
[ É um perito nesta raça? Editar esta descrição(moderado) ]
últimos petsites
Nopy Dandie Dinmont TerrierLancy Dandie Dinmont Terrier
Mika Dandie Dinmont Terrier
adicione o seu animal!
fóruns para esta raça
Precisa-se de um novo moderador para o fórum desta raça. Clique aqui para se candidatar.
últimos comentários
Ainda não há comentários!adicione o seu agora
Comentários (0)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Ainda não há comentários!
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch