está aqui: home > cães > shar pei

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]
Adionar a página aos Favoritos 

Shar Pei

Introvertido mas simpático (outros nomes: Cão chinês de combate)

Shar Pei
origem:China
esperança de vida:11 a 12 anos
classificação:Molossóides - Tipo Dogue
altura:44 para 51 cm
peso:18 para 29 kg
exercício: Médiotreino: Razoávelclima: Temperadointerior/exterior: Dentro de casaalimentação: Médiotamanho: Pequeno-Médio
Adicionar aos meus items favoritosÉ um perito nesta raça?envie esta página a um amigoadicione um comentárioadicione um link
Adicione esta raça aos seus tópicos favoritos
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
É um perito nesta raça?
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
envie esta raça a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 

História [ editar ]

O Shar Pei é uma raça antiga, originária na China. Os primeiros registos da raça surgem na Dinastia de Han (200 a.C.). Algumas representações em cerâmica e algumas estátuas desta altura apresentam cães que se acredita serem desta raça.

Pensa-se que o Shar Pei resulta do cruzamento de raças nórdicas com mastins. Por ter a língua azul como o Chow Chow, acredita-se que este tenha contribuído para dar forma ao Shar Pei.

No século XII, surgem registos mais detalhados na raça que ajudam a descodificar a origem do nome. “Shar Pei” significa “pele de areia”. A pele enrugada está então provavelmente na origem do nome da raça. Como cão de guarda da família real e também cão de luta, o Shar Pei beneficiava de pregas na pele que lhe ofereciam protecção caso fosse mordido por outro cão. Em situações normais, um cão que é abocanhado por outro animal perde a mobilidade não tendo como se defender. As rugas do Shar Pei permitem-lhe rodar e atacar o agressor, cumprindo de forma eficaz o seu papel de guarda.

O Shar Pei trabalhou durante séculos como cão de guarda de propriedades, guarda pessoal, mas também como cão de caça grossa e mais tarde como cão de luta. A raça manteve-se fiel ao seu tipo durante séculos sendo apurada pela força, inteligência e, evidentemente, as pregas que apresentava no focinho.

A revolução comunista na China, em meados do século XX, foi um período difícil para o Shar Pei. Mao Tsé Tung considerava um luxo possuir cães e criou leis que proibiam a posse de cães como animais de estimação. Quem recusasse obedecer era multado e os cães eram executados. Como se a pressão do Estado não fosse suficiente, por esta altura, o Shar Pei começou a ser olhado como uma iguaria. A raça tinha-se tornado um cão de rua e começou a perder as suas características. Perto da extinção, o Guiness Book of Records chegou mesmo a considerar o Shar Pei uma das raças mais raras do mundo, apesar de a autenticidade dos números ser questionável.

O Shar Pei encontrou refúgio em Hong Kong, onde alguns criadores se dedicaram a salvar a o Shar Pei. Em 1973, um desses criadores, Matgo Law, apelou aos norte-americanos apoio para salvar a raça. Foi nessa década que o Shar Pei chegou aos Estados Unidos da América para se tornar numa sensação imediata. O exotismo e a raridade da raça foram provavelmente os factores do seu sucesso. Apesar dos exorbitantes preços pedidos na altura por um exemplar, o número de cães disparou, ao ponto de, hoje em dia, o Shar Pei ser uma das raças mais facilmente identificáveis pela generalidade das pessoas.

Mas esta recuperação relâmpago sacrificou algumas características morfológicas e de carácter da raça. Os habitantes de Hong Kong e Macau fazem uma distinção clara entre o tipo original e a variedade conhecida no Ocidente. O tipo Ocidental tem as rugas mais pronunciadas que se espalham por todo o corpo, o que constitui um desvio em relação ao estalão. Nestes cães há uma maior incidência de problemas de pele. O cão adulto do tipo original não apresenta rugas pelo corpo, exceptuando no peito, focinho e base da cauda.

Se por um lado, foram as pregas na pele que lhe garantiram popularidade, por outro, foi o entusiasmo que causaram que provocou a diminuição da qualidade dos exemplares desta raça. Ao tentar acentuar as pregas, os Ocidentais acabaram por acentuar problemas de saúde e falhas de carácter. Cabe aos criadores actuais corrigir os problemas criados no passado.
a editar: História [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Temperamento [ editar ]

O Shar Pei é um cão amável e um pouco introvertido, sendo no entanto um bom amigo das crianças.

Óptimo cão de guarda, suspeita de estranhos. O Shar Pei é um cão reservado e independente, mas é bastante leal e protector.

Brincalhões, são boas companhias para crianças. Dominantes, gostam de ser o único cão da casa e aceitam melhor a presença de gatos do que de cães.

O Shar Pei é um cão um pouco teimoso e nem sempre obedece aos comandos do dono. Devido à sua dominância e porte é muito importante socializá-lo devidamente. Um treino firme e consistente é crucial para ter um cão saudável.

Típicos de climas temperados, não gostam de dias muito frios ou muito quentes, sendo por isso cães de interior. O Shar Pei é um cão calmo que pode ser mantido num apartamento, desde que suficientemente exercitado. Isto implica uma longa caminhada diária ou uma brincadeira mais exigente, para além dos passeios diários para aliviar as necessidades.
a editar: Temperamento [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Aparência Geral [ editar ]

O Shar Pei é um cão de porte médio, com 44 a 51 cm de altura.

De corpo compacto e ágil, o Shar Pei possui uma forma quadrada, sendo a altura igual ao comprimento.

Tem uma cabeça larga em relação ao corpo com pregas de pele que são bastante características da raça. Tem um nariz largo e relativamente comprido, com um stop moderado. As orelhas são muito pequenas e triangulares,ligeiramente arredondadas na ponta. Os olhos são escuros e amendoados e o seu funcionamento não pode ser perturbado pelas pregas na pele. Possui um pescoço curto e forte, de preferência pouco pregueado, e um peito largo e robusto.

As pregas de pele são mais acentuadas em cães jovens. Nos cães adultos as pregas no corpo são altamente indesejáveis, exceptuando alguma dobras na cernelha e na base da cauda. A cauda é de comprimento médio, de raiz alta e ligeiramente enrolada sobre o dorso.

O pêlo é curto, liso e áspero. O Shar Pei não possui subpêlo. Os fios variam entre 1 cm e 2,5 cm. A pelagem pode em qualquer cor sólida, exceptuando branco. A zona da cauda e parte traseira das coxas é ligeiramente mais clara. As orelhas, pelo contrário, podem apresentar uma tonalidade mais escura.
a editar: Aparência Geral [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Higiene [ editar ]

Os cuidados a ter com estes cães dizem respeito à higiene, uma vez que as suas rugas propiciam o aparecimento de infecções e mau cheiro. Esta condição pode ser reduzida ou mesmo eliminada através da criação selectiva. Procure por isso um bom criador. A prevenção passa por manter o cão sempre bem seco e limpo.

A pelagem não exige muitos cuidados em termos de escovagem. Passe uma escova suave sobre o pêlo uma vez por semana para o manter limpo. O Shar Pei larga pouco pêlo.
a editar: Higiene [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Saúde [ editar ]

Uma das principais preocupação com a saúde do Shar Pei são os problemas de pele hereditários que têm uma incidência significativa na população. Por esta razão, analise os progenitores antes de comprar um cão desta raça.

A displasia da anca e problemas oculares são também frequentes, podendo também ser despistados através da criação selectiva. Também graves são febres de origem desconhecida que atacam o cão e provocam o inchaço das articulações das pernas. 
a editar: Saúde [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Adicionar novo bloco [ adicionar ]
adding: [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
[ É um perito nesta raça? Editar esta descrição(moderado) ]
Comentários (23)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
07.01
nadia2377 disse:
Tal e qual a minha Zyra, calma, teimosa, adora crianças, boa guarda, protetora, dorminhoca, desconfia de estranhos, amorosa, carinhosa, esperta. Vivo num apartamento e para mim é mesmo a raça ideal! Gosta de alguns cães, não todos, é um pouco dominante. Amo esta miúda!! faz parte da minha família, ela tem 2 anos, quase 3 o meu filho vai fazer 2 anos, eles adoram-se, ele faz-lhe o que quer e ela deixa tudo hihihi tadinha muito ela sofre, que paciência. As vezes tenho que ralhar com ele pelas maldades que ele lhe faz (deita-se em cima dela, puxa-lhes as bochechas, o rabo, as orelhas, enfim) mas ela não se queixa.
23.11
Renato40 disse:
Já a muito tempo que não vinha ao fórum, a minha shar- pei a Maya está é uma lutadora anda na Veterinária desde Julho a tomar medicamentos bastante fortes, já perdeu 5 kilos, é triste ver o sofrimento da minha companhia, ja não quer ir rua, tenho a levar ao colo e está deixar comer, tal e qual como o pai dela, quero deixar um agradecimento muito grande a Drª Sofia Mouro tudo tem feito, vamos viver um dia de cada vez
08.02
Renato40 disse:
Tenho uma shar pei e já tive um que era o pai da Maya o que infelizmente faleceu com 6 anos, o que tenho dizer que raça espetacular meiga boa companheira, quando ou quase sempre a dormir asseada não ladra adoro ela é linda a Maya mas já vai a caminho dos 11 anos enfim como tempo passa
28.10
SaraInbicta disse:
Eu tambem tenho uma que resgatei a pouco tempo por receber mtos maus tratos. Estou encantada e ja n me vejo sem ela :D Como diz None no comentário, é a minha sombra so come se eu tiver perto, eu dou um passo ela vem logo atras XD Brincalhona, dorminhoca, atenta e muito fiel. É cadela de um so dono e é bem verdade. :)
08.06
Metallady disse:
Tenho um sharpei que vai fazer um ano, excelente companhia, vivo num apartamento e realmente é o cão ideal, é muito raro ladrar e por isso não incomoda os vizinhos, é um cão alegre, gosta do seu espaço, das suas sonecas durante o dia, mas tb gosta de passear, um pouco teimoso, odeia cães, não pode com eles, sem duvida é o meu animal de estimação de eleição! Adoro-o!
17.02
diogo27 disse:
boas a todos!eu tenho um shar pei de 7 mesinhos,mas foi como que adoptado,a antiga familia ja nao o podia ter,e veio para a minha casa á cerca de um mes!posso dizer que se acomodou perfeitamente ao meu apartamento,e estilo de vida.que se vivesse aqui desde sempre!nota se que é dominador com outros caes,teimoso,de resto é um cao espetacular!3 passeios por dia e algumas 20horas de sono looool e ele vive bem hehe,quem tem percebe o que digo.cumps
15.01
biamachado03 disse:
É a melhor raça ! Já tive outros cães e nenhum chega aos pés de um shar pei.É uma raça amiga e calma, gostar de estar junto e também é um ótimo cão de guarda ! O único problema que eu tive foi com a pele, mas é normal da raça . É um cão bastante simpatico e um pouco teimoso ... Não tenho do que reclamar do meu shar pei.
31.08
Dii94 disse:
Eu tinha uma shar pei muito carinhosa, brincalhona e no entanto uma boa cadela de guarda... ao ter a sua segunda ninhada de cães adoeceu acabando por morrer, morreram todos os filhotes menos dois, tive de tratar deles dando leite a biberão etc. Infelizmente só sobreviveu um e como não teve os ensinamentos de uma mãe cadela não se comporta direito atirando-se a todas as pessoas, menos ás pessoas que moram comigo , apesar de que por comida já o tenha feito. Ainda assim é um cão muito brincalhão e meigo. Há ainda mais aspectos engraçados nestes cães é que tanto a mãe como o filho são muito trapalhões estando sempre a cair e quando são pequenos ressonam( pelos menos os meus) . Adoro esta raça e não trocava o meu cão por nada :)
02.07
alinevsc disse:
Tenho uam Shar pei 5 anos, e desde sempre percebi a falta de tolerância da raça com crianças. É uma raça extremamente temperamental. Ela não aceita "suas irmãs" que são minhas filhas de jeito nenhum! Comigo, porém, é de uma doçura, companheira, protetora, leal. Quando acordo, ela está lá do meu lado, é a primeira a me dar bom dia... e se passo da hora, ela vem me acordar, pois eu que levo ela pra dar a primeira ida ao banheiro do dia...rs. Para pessoas sozinhas, indico Shar pei, mas se for para presentear crianças....já indico o Lhasa. Amo minha Nahla...
11.08
Rugas123 disse:
O meu Shar pei tem 12 anos, tem uma vitalidade de cachorro, não suja, não perde pelo, nunca teve doente, é muito teimoso, chega a rosnar se alguem o tentar agarrar, muito limpo, ladra e gane quando saio de casa e quando ouve-me a chegar, é calmo, nunca roeu nada, adapta-se a todas as mudanças, sem duvida das melhores raças para ter em casa. Adora estar no terraço mas de porta aberta para de 10 em 10 minutos vir-me espreitar se não ladra até lhe abrir a porta. Adoro este cão, esta raça fantastica.
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch